Obrigado pelo seu Contacto

Combater a Solidão

“Sabemos que a solidão está muito associada ao envelhecimento e por isso temos de continuar a transformar a longevidade em progresso social e humano em toda a sua plenitude”, disse Manuel Pizarro, no dia 14 de setembro, em Lisboa.

Na conferência internacional “Solidão: Implicações Sociais e Clínicas”, o Ministro da Saúde salientou que o aumento da longevidade, “que resulta da melhoria dos cuidados e da democratização das respostas assistenciais da Saúde”, cominua a ter inúmeros desafios, apontando ao aumento dos fenómenos de solidão e afastamento social.

Na sua intervenção, o governante abordou o impacto da solidão na Saúde Mental, fez referência aos “efeitos dramáticos” na estabilidade emocional das pessoas e lançou um repto para que a sociedade procure soluções além da componente sanitária, considerando necessário “criar condições para a felicidade humana”.

“Temos de assumir uma ação coletiva e uma resposta multifatorial para a solidão”, pediu Manuel Pizarro, alertando para a impossibilidade de a humanidade “prescindir da vida comunitária que dá sentido a expressão individual”. De seguida, prescreveu parte da receita, centrada na promoção de estilos de vida saudáveis. “Precisamos de um espaço público mais amigável, de mais conversa, mais convívio e mais vida em comunidade”, concluiu.

Fonte: https://www.sns.gov.pt/noticias

Marcar Visita
Nome (Obrigatório)
Email (Obrigatório)
Motivo da Visita (Obrigatório)
Data (Obrigatório)
Transcreva os seguintes números: 4273
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a sua marcação
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a sua marcação